Elzimária, dorme o corpo, desperta a alma!...


                Ontem, dia 28/04/17, às quatro horas e quarenta e três minutos da manhã, na enfermaria Quero-quero do Hospital de Apoio de Brasília, depois de uma luta desigual contra um tumor no estomago, Elzimária Ribeiro dos Santos (47 anos) deixou de respirar. Elzimária era natural da, hoje, cidade de São Sebastiao, nasceu na fazenda Taboquinha nas margens do córrego Mata Grande. Era a única filha mulher de uma prole de 11 irmãos (quatro deles em memoria), morava no setor norte da Ceilândia com a mãe, três irmãos e vários sobrinhos e sobrinhas, dos quais cuidava com zelo de mãe.
                Antes de ser transferida para o hospital de apoio, Elzimária perambulou por várias unidades de saúde do DF. A saber, Hospital do Guará, Hospital de Base, de volta pra casa, UPA Ceilândia, Hospital da Ceilândia, Hospital de Taguatinga e, por último, Hospital de Apoio de Brasília. Permaneceu nesse último por quatro dias, onde recebeu atenção especial da família, dos amigos e da equipe de profissionais da unidade hospitalar. Nesta unidade, na madrugada de sexta-feira, seu corpo físico parou de funcionar, liberando sua alma para a paz da eternidade celestial, da qual fielmente ela acreditava.
               

Foi-se encontrar com os quatro irmãos que a precederam na viagem para o céu. Vai deixar o vácuo da saudade nos corações da sua mãe, dos seus seis irmãos e dos seus amigos-irmãos da fé religiosa, que aqui permanecem com a missão de continuar conduzindo  o carro da existência. Minha irmã Elzimária deixa espaço vago, ausência sentida, Elzimária jamais será esquecida!


"Elzimária não teve flhos
não agraciou o mundo 
com o legado de  sua semente 
da  sua beleza como ser gente"



Edvair Ribeiro dos santos


Revisão: Lana Luiza

4 comentários:

Valeria Marques disse...

Está nos braços do Pai.

SANDRA RABELO disse...

Deixa muitas saudades!

Glória Costa disse...

Amiga-irmã! ❤

Iolanda Santos disse...

que deus a tenha e lhe dê o descanso eterno!saudações a familia!

Postar um comentário